O projeto da nova Cidade da Bicicleta será protocolado na Prefeitura nesta quinta-feira.

Banner COM PLANTASq2

O projeto da Cidade da Bicicleta, desenvolvido em parceria com o Escritório de Arquitetura Mãos, deve ser submetido e protocolado junto a Prefeitura Municipal de Porto Alegre nesta quinta-feira, dia 21 de janeiro. Assim que autorizados pela Prefeitura, daremos início às obras de reconstrução da Oficina Comunitária.

Xs voluntárixs da Oficina Comunitária da Cidade da Bicicleta e a parceira Mobicidade estarão acompanhando e repassando o andamento do processo!

Mais do que na hora, aproveitamos a oportunidade para informar quem apoiou o financiamento coletivo: a equipe da Cidade da Bicicleta já vem se mobilizando para agilizar a produção e entrega das recompensas. Lamentamos o fato de estarmos atrasados em relação à entrega do Pôster de comemoração de 20 anos da Massa Crítica de São Francisco (prevista para nov/2015). Informamos que faremos o possível para terminar ainda esta semana a entrega dos exemplares para quem reside em Porto Alegre e o envio para quem reside em outras localidades. Quanto ao livro Nowtopia de Chris Carlsson, o Manual de Construção de Cob e o pôster da Cidade da Bicicleta em serigrafia: também já estão sendo entregues!

Lembramos que os colaboradores não residentes em Porto Alegre receberão suas recompensas em seus respectivos endereços via Correio.

Os adesivos exclusivos, as niqueleiras e os bonés de ciclismo personalizados já estão em vias de produção. Assim que as primeiras levas de produtos estiverem prontas começaremos a enviá-las! Pedimos a compreensão de todxs quanto ao andamento do processo! Gratos pela atenção!

Distribuição de recompensas na EXPOBICI

cidadedabici.gif

Estaremos distribuindo algumas das recompensas da campanha de financiamento coletivo da Cidade da Bicicleta na EXPOBICI neste domingo dia 22 de novembro. As recompensas que serão distribuídas no evento são: pôster da Cidade da Bicicleta em serigrafia de Isadora Brandelli, pôster de 20 anos da Massa Crítica e os livros Manual dos Construtores de Cob e Nowtopia. Se você colaborou com nossa campanha de financiamento coletivo e escolheu alguma dessas recompensas, essa é uma ótima oportunidade para retirá-la.

A EXPOBICI é uma grande feira que agrega em um só espaço todos os amantes da bicicleta. Lojistas, fabricantes e representantes expondo novidades, lançamentos, ofertas de ocasião e uma infinidade de outros produtos. Os ciclistas com seus artigos e peças usadas realizando um brique com vendas e trocas (sem a cobrança de qualquer tipo de comissão) e também um divertido leilão de peças novas e usadas, com lances iniciais de R$ 1,00, R$ 5,00 e R$ 10,00.

Você pode retirar seu ingresso antecipado trocando-o por 1kg de alimento em um dos pontos de trocas listados no site da EXPOBICI: www.expobici.com.br Ingressos no local custarão R$5.

Nova recompensa! Pôster exclusivo de Isadora Brandelli para a Cidade da Bicicleta.

11874655_970899486301420_1875328338_oA artista plástica Isadora Brandelli (Isadora Não Entende Nada) doou uma arte exclusiva e super bacana para os colaboradores da Cidade da Bicicleta. A partir de agora, quem doar a partir de R$70 poderá receber como recompensa um pôster exclusivo em serigrafia feito pela Isa. Confira a arte ao lado!

Colabore com a campanha de financiamento coletivo da Cidade da Bicicleta! Faça sua doação e compartilhe o link com seus amigos e familiares! Faltam só 15 dias e ainda temos muito a arrecadar para conseguirmos realizar esse sonho de reabrir a Cidade da Bicicleta!

Não precisamos da Shell, precisamos de você!

22nd may 2012 protests at shell AGM at barbican

A Cidade da Bicicleta recebeu da Shell uma oferta de apoio para a nossa campanha de financiamento coletivo na última terça-feira. A Shell se ofereceu para ajudar na divulgação de nossa campanha através de “banners de divulgação” que seriam veiculados através dos canais de mídia da Shell (redes sociais e site institucional). Em troca teríamos que ceder nossas fotos e vídeos para a Shell utilizar em um novo vídeo institucional da campanha #váatéofim. Mas nós não queremos nos aliar à Shell e a tudo de ruim que ela representa, nós queremos que nossa projeto seja concretizado com a sua ajuda!

Apoie nosso projeto de financiamento coletivo!

Segundo a Shell nosso projeto foi selecionado porque estaria entre as iniciativas que “se alinham com os valores da marca”. Abaixo nossa carta em resposta à oferta da Shell:

    

Shell, não te queremos!

Shell, não queremos o seu “apoio” pois o mundo com qual sonhamos é o oposto do mundo que vocês vêm construindo há mais de um século. Vocês perpetuam o mundo de devastação ambiental e injustiças sociais contra o qual nós lutamos.

Nossa iniciativa não se alinha em nada com os valores da Shell, muito pelo contrário, as nossas duas visões de mundo são antagônicas. Enquanto a Shell existe para dar lucro aos seus acionistas à custa de degradação ambiental, a Cidade da Bicicleta existe para compartilhar conhecimentos e recursos de forma livre, sem exigência de pagamento, fomentando a autonomia dos indivíduos, com o objetivo de promover um meio de transporte de baixíssimo impacto ambiental.

A Shell não quer apoiar a Cidade da Bicicleta, a Shell quer se promover às custas da Cidade da Bicicleta. A Shell não quer que as pessoas deixem seus carros em casa e passem a usar a bicicleta e o transporte público, pois sua existência depende do consumo cada vez maior de combustíveis fósseis. A Shell não quer mudanças significativas na sociedade, justiça ambiental e social, ela quer que as coisas continuem como estão, desde que o lucro de seus acionistas esteja garantido. A Shell quer se aproveitar da nossa imagem para continuar explorando petróleo, sem ao menos tirar um mísero tostão do seu bolso para apoiar verdadeiramente a Cidade da Bicicleta e outros projetos. Uma empresa bilionária como a Shell oferecer “banners de divulgação” em seus perfis nas redes sociais e no site institucional como apoio a um projeto no qual diz acreditar chega a ser ofensivo. É uma tentativa medíocre de comprar nossa integridade com migalhas que ela ia jogar fora de qualquer jeito.

A Shell tenta através da campanha #váateofim vincular-se aos desejos e anseios dos jovens associando-se a projetos de iniciativa popular que visam o bem coletivo, como é o caso da Cidade da Bicicleta. E ainda querem fazer isso apenas oferecendo publicidade a esses projetos – publicidade da qual eles também se beneficiam, é claro. Na verdade a Shell só quer é poder associar sua imagem a estas iniciativas, para passar uma falsa imagem positiva. Se a Shell realmente estivesse preocupada em fazer deste mundo um lugar melhor, poderia começar diminuindo a sua produção de petróleo e incentivar a economia dos recursos naturais, a autonomia energética através de fontes renováveis, cessaria a exploração em locais onde ameaça a pouca natureza intocada que nos resta – como no Ártico, tentaria reparar a degradação ambiental e as injustiças que impôs ao povo Ogoni, da Nigéria, extinguiria práticas ambientalmente nocivas como o “fracking”, incentivaria a redução do consumo de combustíveis e o uso inteligente dos recursos naturais. Se os valores da Shell realmente estão alinhados com os nossos, então eles deveriam abrir mão do lucro em prol do bem coletivo.

Shell, não queremos o seu dinheiro sujo de fuligem, petróleo e sangue. Queremos que nosso projeto seja financiado por pessoas que realmente acreditam no que acreditamos: em um mundo solidário, igualitário, justo e ambientalmente sustentável. Se a Shell realmente acredita nisso e quer apoiar a Cidade da Bicicleta, pode fazer uma doação, inclusive anônima (porque quem acredita não quer nada em troca), para a nossa campanha de financiamento coletivo, como qualquer outra pessoa ou empresa, e a Shell precisa, antes de tudo, refletir esses valores nas suas práticas diárias.

Para saber mais sobre a Shell visite:

Confira na íntegra a carta enviada em nome da Shell à Cidade da Bicicleta:

Olá, tudo bem?

Meu nome é Bruna, estou intermediando um diálogo entre a agência de publicidade J.Walter Thompson – em atendimento a empresa a Shell – e projetos que estão na plataforma Catarse.

A Shell está buscando apoiar e incentivar pessoas e projetos que dão movimento ao mundo, tirando as ideias do papel e fazendo acontecer, iniciativas que se alinham com os valores da marca.

Após um estudo dos projetos no Catarse, alguns foram pré-selecionados por ter o potencial transformador, multiplicador e inspirador e *Cidade da Bicicleta** é um deles.

A proposta de apoio é, a partir de imagens dos próprios projetos, criar banners de divulgação dos mesmos e incentivar as pessoas a contribuírem. As peças publicitárias serão veiculadas nos canais de mídia da Shell (Facebook, Youtube, site instituciona)l e outras mídias pagas – que estão em negociação.

Todos os textos de divulgação serão acompanhados pelo endereço da página do *Cidade da Bicicleta* no Catarse e a hashtag #váatéofim. Após os projetos apoiados serem 100% financiados, uma nova versão do filme institucional da Shell será criada ( https://www.youtube.com/watch?v=PsCvWP6LgiY ) com o mesmo texto porém com imagens do projetos que estão saindo do papel. Essa nova versão, para internet, será interativa: ao clicar em uma determinada cena, o usuário continua assistindo ao filme seguindo o ponto de vista do personagem em questão.

Em contrapartida, para veicular as peças, a agência precisa receber os materiais de divulgação (foto, vídeo, apresentações, etc) e um termo de cessão de imagem e nome (termo a ser enviado – *está em validação com o jurídico)

Segue anexa a apresentação com alguns detalhes da proposta. (aberta a futuras alterações)

Fica aqui o convite para construirmos essa parceria e, como é um projeto em desenvolvimento, estamos abertos para aprofundar a conversa.

Se você topar, iremos criar as peças e começar a veiculação o mais rápido possível. O ideal é termos um retorno até o final dessa semana

Qualquer dúvida estou a disposição no telefone

Obrigada,

Apresentação Shell – Catarse.pdf